29/05/16

Em defesa da Colônia Portuguesa

Sempre que surge um novo escândalo de corrupção, alguns preconceituosos travestidos de humoristas tentam culpar os Portugueses que descobriram o Brasil em 1500. No entanto, se fizermos um breve resumo dos sobrenomes denunciados no Mensalão, no Petrolão, na Lava Jato e em outras investigações, veremos descendentes de várias nacionalidades: Bulgária (Dilma Rousseff); Espanha (Luis Inácio), (Antônio de Pádua Lamas); Japão (Paulo Okamotto) e (Luiz Gushiken); Itália (Antônio Palocci), (Emerson Palmieri) , (João Vaccari) e (Henrique Pizzolato); França (Paulo Sérgio Boghossian) e (João Cláudio Genu); Alemanha (Marcelo Odebrecht ), (Ramon Hollerbach) e (Breno Fischberg); Inglês (Fernando Cavendish) e (Marta Teresa Smith,  hoje Marta Suplicy); Líbano (Paulo Maluf) e (Alberto Youssef) e etc... Se ficarmos aqui escrevendo todos os sobrenomes das famílias oriundas de outros países envolvidas nesse mar de lama, nós teríamos que escrever 1 livro por mês. Portanto, da mesma maneira que os Brasileiros não dão aos Portugueses os créditos de sermos a 6ª maior economia do Mundo, o Brasil também não pode ficar culpando e responsabilizando Portugal pelos nossos problemas, jamais!!!

Os “americanizados” que adoram endeusar as Colônias Britânicas e desmerecer as Colônias Portuguesas, esquecem que não foi nada edificador e harmônico a relação dos colonizadores ingleses com o povo norte americano, pelo contrário, foram várias batalhas que resultaram na expulsão dos ingleses, e mesmo depois de proclamada a independência dos Estados Unidos no dia 4 de julho de 1776, os ingleses continuaram interferindo contra os “Estados Unidos”, estudem um pouco sobre a Guerra de Secessão (1861-1865) também chamada de Guerra Civil Americana. Aproveitem também, e vejam o que os ingleses fizeram na África do Sul em 1795 após expulsarem os Holandeses e criarem o vergonhoso “apartheid”, perguntem para uma família aborígene australiana o que eles acham dos “bondosos ingleses”. Em fim, se eles fossem tão honestos, democráticos e visionários não existiria tanto ódio por parte dos vizinhos irlandeses e escoceses contra o Reino Inglês não é mesmo??? Deu para entender ou vamos ter que desenhar??? Nem todos os colonizadores portugueses foram ruins como afirmam alguns livros, assim como nem todos os colonizadores ingleses foram bons, é preciso estudar, questionar, ponderar, separar o joio do trigo, antes de emitir uma opinião!!!

Brasileiro, não fique pelos cantos se desvalorizando e invejando a vida dos seus vizinhos e de outros países, eles também tem os problemas deles. Nós estamos em 2016, até quando você vai ficar culpando Pedro Álvares Cabral??? Por favor, acorde cedo para trabalhar e no caminho não tente corromper o guarda de trânsito, ensine e mostre ao teu filho como agir corretamente, diga não ao “jeitinho brasileiro”, tome vergonha na sua cara e aprenda a votar!!!

E o que o nosso clube tem haver com isso??? Nós somos a resistência da CULTURA PORTUGUESA NO BRASIL, representamos a UNIÃO BRASIL-PORTUGAL, no dia que o CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA não tiver mais força e representação nacional, esse pensamento preconceituoso contra os Portugueses e contra Portugal irá tomar conta das nossas casas, ruas, escolas e universidades. Por isso, a Colônia Portuguesa precisa se unir e apoiar o VASCO, infelizmente alguns já foram contaminados e viraram as costas para o nossa instituição centenária, hoje eles torcem por outros clubes que compactuam desse pensamento “antiportuguês” que vem crescendo no Brasil...